O que fazer para aumentar a capacidade produtiva da planta?

Engenharia e manutenção 28/04/2021

O que fazer para aumentar a capacidade produtiva da planta?

A capacidade produtiva é a quantidade máxima de produtos que uma planta é capaz de produzir utilizando os recursos disponíveis em um determinado período de tempo.

Em uma mineradora, por exemplo, é possível medir a capacidade produtiva da planta a partir do número máximo de toneladas de minério que ela consegue extrair e disponibilizar para embarque, produzidas em um mês ou um ano.

Quer saber mais sobre como aumentar a capacidade produtiva da planta? Então confira o conteúdo que preparamos sobre o tema!

Qual a importância de conhecer a capacidade produtiva da planta?

Qual a importância de conhecer a capacidade produtiva da planta?

Analisar a capacidade produtiva da planta é fundamental para saber como está a sua eficiência operacional.

Entender o quanto uma planta consegue produzir irá permitir tomadas de decisão mais estratégicas para definir os rumos da organização, como possíveis investimentos e expansões.

Entre as decisões que podem ser tomadas a partir dos resultados da avaliação da capacidade produtiva da planta, estão o dimensionamento dos estoques, as possibilidades de redução nos custos de produção e armazenamento, o melhor aproveitamento de insumos e matérias-primas e a otimização na rotina de trabalho.

Além disso, a capacidade produtiva também é importante para avaliar se a produção da planta está de acordo com a situação do mercado em que a empresa está inserida. Produzir menos que o necessário para atender a demanda pode significar uma perda de clientes, fazendo com que migrem para os concorrentes. Por outro lado, produzir em excesso irá gerar custos maiores e desnecessários, o que irá prejudicar o fluxo de caixa operacional da empresa.

Os principais fatores que influenciam na capacidade produtiva de uma planta são os recursos existentes para sua produção e sua disponibilidade operacional.

Como recursos, consideramos os maquinários, equipamentos, mão-de-obra, insumos e todos os componentes que trabalham em conjunto durante a cadeia produtiva. Todos esses recursos possuem capacidades máximas de produção que podem ser obtidas em suas condições ideais de trabalho – essa é a capacidade produtiva instalada. No entanto, problemas de manutenção, indisponibilidade de insumos ou falta de mão-de-obra podem influenciar na produção final obtida – chamada de capacidade produtiva realizada. 

O cálculo da capacidade produtiva da planta possui 4 classificações principais, indo da capacidade instalada – considerando uma situação hipotética, sem perdas ou paradas de produção, representando o potencial produtivo máximo – até a capacidade realizada, que corresponde efetivamente ao que a planta produziu:

Capacidade instalada

A capacidade produtiva instalada está relacionada ao potencial máximo de produção da planta – é um cenário hipotético, desconsiderando perdas de produção, paradas ou qualquer outro problema que possa interromper o processo produtivo.

Neste cálculo deve-se considerar quanto a planta seria capaz de produzir em 24 horas em condições ideais e ininterruptas de operação. Por exemplo, se uma mineradora é capaz de produzir 1.000 toneladas por hora, em um cálculo simples, vemos que em um dia, 24 horas, a capacidade produtiva instalada seria de 24.000 toneladas.

Capacidade disponível

A capacidade produtiva disponível é muito similar à primeira, ainda desconsiderando perdas e paradas de produção, mas nesse caso inserindo ao cálculo o período real de operação da planta, e não mais as 24 horas ininterruptas no dia. Por exemplo, se essa mesma mineradora opera apenas em 2 turnos de 8 horas, a produção estaria limitada a um período de 16 horas, o que resulta em uma capacidade disponível de 16.000 toneladas.

Capacidade efetiva

Nessa terceira classificação, considera-se ainda as perdas de produção planejadas, como por exemplo as paradas para manutenção, as trocas de turno, a coleta de amostras, entre outros. Quanto maior for o nível de planejamento e controle, mais precisa será essa avaliação.

Esses tempos de parada de produção devem ser subtraídos das horas consideradas para o cálculo da capacidade disponível. Seguindo o exemplo, supondo que seja necessária uma rotina de inspeção e manutenção com os equipamentos parados de 4 horas por dia, para garantir o bom funcionamento das máquinas.

Dessa forma, tem-se que o tempo de produção efetivo é de 12 horas, totalizando uma capacidade efetiva de 12.000 toneladas por dia.

Capacidade realizada

Por último, a capacidade realizada considera, além das paradas planejadas, todas as possíveis perdas e paradas de produção que não foram previstas, como a quebra de máquinas, a ausência de funcionários, a falta de energia, entre outros.

Como o cálculo é feito de forma preliminar, é necessário estimar essas perdas, geralmente considerando análises históricas de produção na planta.

Como aumentar a capacidade produtiva da planta?

Como aumentar a capacidade produtiva da planta?

Realizar uma boa gestão da planta significa garantir que sua produção seja feita de forma eficiente, com otimização da utilização dos recursos, e sempre atendendo a demanda exigida pelo mercado.

Para isso, é fundamental elaborar a análise da capacidade produtiva e todos os parâmetros que podem influenciar no seu desenvolvimento.

Como vimos, atingir a capacidade máxima de produção da planta instalada exige que todos os recursos produtivos estejam em suas melhores condições e disponíveis pelo maior período de tempo.

Controlar e organizar esses recursos de forma a garantir que sempre estejam com o máximo de disponibilidade operacional é um ótimo exemplo de boa gestão da planta.

Quando falamos sobre a capacidade produtiva realizada, que representa as condições reais da planta, existem diversas formas de aumentar sua capacidade, já que, como vimos nos exemplos de cálculo, são considerados diversos fatores que influenciam na produção da planta.

Caso a planta ainda não esteja operando 24 horas, uma forma simples e muito utilizada para o aumento de produção é contratar mais mão-de-obra e aumentar o número de turnos, multiplicando as horas de trabalho. No entanto, quando pensamos na disponibilidade dos recursos, é muito importante considerar a realização de manutenção periódica dos equipamentos com materiais de qualidade, que aumentem sua vida útil. Dessa forma, podem ser reduzidos os tempos de parada inesperados de produção.

A principal vantagem em aumentar a capacidade produtiva da planta é ser mais competitivo no mercado, já que, sempre que esse aumento é realizado de maneira correta, o custo por unidade produzida é reduzido. Ou seja, mesmo que haja incrementos nos custos de operação necessários para aumentar a capacidade produtiva, os ganhos em produção superam esses custos, aumentando os lucros.

Esse aumento da capacidade produtiva da planta está muito relacionado a boa gestão da produção. O aumento da capacidade produtiva significa a otimização do uso dos recursos disponíveis e a melhor eficiência na produção, o que naturalmente gerará retorno financeiro para a organização.

A capacidade produtiva é um dos principais fatores de avaliação na Indústria, pois possibilita analisar a eficiência e a competitividade daquela planta. Com base nisso, também é possível tomar decisões estratégicas e definir novos rumos para a empresa.

É importante enfatizar também que a gestão focada no aumento da capacidade produtiva no longo prazo tem-se mostrado muito mais sustentável e traz melhores resultados de maneira geral. Por exemplo, operações sem rotinas adequadas de manutenção, ou mesmo utilizando materiais de baixa qualidade para redução de custos, tendem a trazer bons resultados imediatos, mas consequências catastróficas para a produtividade no longo prazo, com redução altíssima da eficiência e qualidade dos recursos disponíveis.
Gostou de saber mais sobre como aumentar a capacidade produtiva da planta? Então descubra agora qual a importância da manutenção industrial!

Colaborou com esse texto:
Vinícius Takashi – Engenheiro de Produto

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *